| entries | profile | affiliates | site |
Because my dreams are bursting at the seems.

sábado, 22 de maio de 2010


Pobre Ultraviolet, te abandonei muito seriamente né? Mil perdões. E pra vocês que vem aqui ler também. (se é que vem alguém HAHA)
Sei lá, a vida é maluca e surpreendente. Pelo menos a minha vida do meu ponto de vista tá assim. Um dia, você vê o céu azul azul azul como... ah, como o céu é. E no outro dia, bom, você simplesmente não vê mais o céu de tanta coisa que já o encobriu. Quando tudo parece estar exatamente do jeito que você queria, do jeito que você esperava, do jeito que você sonhava, o destino parece não querer te ver feliz e te rouba as coisas que tão te fazendo bem de uma forma cruel e avassaladora. Tudo aquilo que você acreditava que poderia dar certo, poderia SER o certo, simplesmente some porque acham conveniente.
Sabe, às vezes ia ser bom se a gente pudesse ser dono do próprio futuro, apesar de que muitas vezes o futuro é a gente que faz. Mas na vida, tem certas situações que não dependem da gente resolver, infelizmente. Quer dizer, até dependem, mas são praticamente impossíveis pois tem milhões de obstáculos na frente. Quando a gente finalmente tem na mão aquilo que quer, (não digo no sentido ganancioso e cruel da coisa, e sim no sentido de ter na mão, ter conseguido) a gente precisa soltar e deixar a coisa escapar. Não só pra gente não sofrer mais ainda, mas porque seria um sofrimento de ambas as partes. Todos sairiam machucados nessa história por estarem muito envolvidos. Pode parecer a coisa mais certa do mundo, e ao mesmo tempo a mais errada, a que mais vai te fazer sofrer, mas você QUER viver aquilo. Mas existem empecilhos, existem problemas e complicações. Sempre acaba doendo mais em você do que em qualquer outra pessoa, mas você às vezes consegue pela primeira vez na vida algo que você sente que é recíproco por mais que tenha lá seus altos e baixos, mas é preciso largar por motivos de força maior e evitar mais e mais sofrimento. E você sente a dor em dobro, pois não vai ser só você que vai sentir essa dor, e dá simplesmente vontade de largar tudo e desistir de tudo, perder a vontade de fazer qualquer coisa por simplesmente achar que nada mais vale a pena. É a pior dor do mundo.
Quando eu era pequena, eu vi o filme Hércules da Disney, e no final a Meg fala a seguinte frase que ecoa na minha cabeça até hoje:
"As pessoas precisam fazer sacrifícios, quando amam."
Definitivamente ela sabia o que dizia.


Taby, 00:55 | back to top

3 - nothing personal

----

Hello there,

Bem vindo! Meu nome é Tabatha, mas pode me chamar de Taby se preferir.

Clique em PROFILE ali em cima pra ler mais :)



"Oh me, what eyes hath love put in my head, which have no correspondence with true sight. Or if they have, where is my judgment fled that censures falsely what they see aright?"

- William Shakespeare



website hit counter
website hit counters


Memory Lane